Por Raquel Cruz Xavier

22/01/2019

Conheça as novas Estações Rádio Base e CPEs Khomp para construir a sua rede LTE

rádio base e cpe LTE

Como evidenciado no artigo anterior, diversos elementos são utilizados para construir uma rede LTE/4G, com a finalidade de um sinal de internet de qualidade para o usuário. Com a finalidade de tornar a instalação mais fácil e com baixo custo, a Khomp oferece uma linha de equipamentos essenciais para a transmissão de dados: as Estações Rádio Base e CPE LTE.

 

Comunicação entre Rádio Base e CPE LTE

Especificada pelo 3GPP, a Estação Rádio Base de uma rede LTE é o Evolved NodeB (eNodeB ou eNB), que permite construir os sistemas de comunicação e distribuição do sinal de internet, gerenciando todos os recursos de rádio para a cobertura.

A Estação Rádio Base envia o sinal para o Customer Premises Equipment (CPE), equipamento que é alocado no cliente, seja residência ou empresa, para que haja a conexão via rede LTE. Ao receber o sinal, o CPE distribui a conexão por meio de cabeamento ou Wi-Fi, se tornando um roteador no local.

Porém, alguns fatores podem interferir no alcance da rede. De acordo com Lucas Destri, desenvolvedor de Produtos na Khomp – “a parte de alcance é muito relativa. Tem questão de potência de transmissão da eNodeB, quanto mais potência, mais alcance, ganho da antena transmissora e da antena receptora. O espaço entre a antena transmissora e a CPE também causa atenuação de sinal – ou seja, quando o ambiente tem muitos prédios, árvores ou qualquer objeto que possa obstruir o sinal LTE, o sinal recebido será menor. Em testes práticos, os equipamentos da Khomp já chegaram a 12km (com poucos obstáculos entre as antenas). Em cenários ideais (sem obstrução), é possível um alcance maior.

Por este motivo, é importante ter equipamentos de alta tecnologia e uma arquitetura estratégica para obter o melhor desempenho da infraestrutura.

 

Estações Rádio Base: eNodeBs Khomp

O LTE eNodeB 2X1W é uma Estação Rádio Base já homologada pela Anatel e ideal para provedores de internet independentes (ISPs) que querem oferecer a tecnologia 4G para seus clientes.

Com suporte para conexão backbone do provedor via backhaul com fio, o equipamento possui 1 Watt de potência de transmissão e opera no modo TDD LTE, utilizando a mesma frequência para transmissão e recepção.


Leia mais sobre o que é backbone e o significado de backhaul e como se relacionam com as redes 4G (LTE)


O modelo LTE eNodeB 2X10W possui praticamente as mesmas características do anterior, com a principal diferença de possuir 10 Watts de potência para transmissão. É recomendado para áreas remotas que possuem difícil acesso para o cabeamento, onde o ISP poderá oferecer a rede com qualidade.

Ambos os equipamentos suportam DHCP, DNS e NAT, atuam nas frequências de banda 38 e 39 e suportam até 96 usuários ativos, apresentando como principal benefício a construção de um sistema de comunicação com baixo custo e fornecimento de dados em alta velocidade.

Para o modo FDD LTE, a Khomp possui o equipamento LTE eNodeB 2X1W Banda 3. Neste modelo, a frequência utilizada para transmissão e recepção é separada e pode suportar até 255 usuários ativos. Já a conexão de rede pode ser feita através da interface Gigabit Ethernet ou da interface ótica (SFP).

 

Equipamento local: CPEs Khomp

O CPE LTE Indoor K10, modelo disponível para ISPs, é facilmente instalado em residências ou estabelecimentos comerciais, essencial para aqueles que precisam de uma conexão Wi-Fi de alta velocidade: com duas antenas, possui ótimo alcance na distribuição da cobertura do sinal.

Outro equipamento que compõe a linha LTE é o CPE KMIFI 100, modem destinado para a distribuição de internet via Wi-Fi. Com o diferencial de possuir uma bateria de 3000mAh e ser compacto, ele pode ser transportado para distribuir o sinal em diferentes lugares, como no aeroporto, casa de praia ou campo, e outros.

Conta com uma entrada para SIM Card para receber o sinal LTE e converter em Wi-Fi, suporta até 31 dispositivos como smartphones, notebooks, tablets, smart TVs, terminais de consulta e máquinas de cartão e também conta com suporte a TDD e FDD.

As informações contidas no SIM Card são responsáveis pela autenticação na rede 4G. Portanto, todos os CPEs exigem um chip. Ou seja, utilizando um SIM Card cadastrado na rede do ISP, o CPE recebe o sinal LTE, se registra na rede e distribui esse sinal através de cabo, Wi-Fi ou os dois, dependendo do modelo de CPE”, afirma Destri.

Para completar a linha de produtos CPEs da Khomp, o CPE LTE Outdoor K21 é destinado para uso externo e por isso possui maior alcance de captação do sinal LTE. O equipamento recebe o sinal 4G e distribui via rede cabeada para todos os equipamentos do local, como smart TVs, desktops, terminais de consulta e quaisquer dispositivos IoT disponíveis. Oferece ainda soluções de segurança via firewall e alimentação via PoE.

 

Quer saber mais?

Conheça mais da linha de produtos para LTE no site da Khomp, acessando aqui.

Assine a newsletter da Khomp e receba outros artigos sobre tecnologias que podem auxiliar na infraestrutura da sua rede.

 

Facebook Twitter Linkedin