Por Raquel Xavier

28/11/2018

Como modernizar a infraestrutura de telefonia sem alto investimento inicial

modernizar a infraestrutura de telefonia

A tecnologia permite que as empresas, independentemente do seu tamanho, aumentem sua produtividade e lucro. Entre as ações mais assertivas nesse sentido é modernizar a infraestrutura de telefonia.

A partir de um investimento planejado, com soluções que otimizem processos tecnológicos, a possibilidade de agregar recursos VoIP impacta diretamente no caixa de uma empresa de pequeno porte.

 

A tecnologia acessível

A tecnologia VoIP, que permite transportar os sinais de voz por uma rede de dados, gera maior mobilidade e agilidade na comunicação.

Para o cenário de pequenas empresas, ao ser contratado um link VoIP com uma operadora de telefonia, o cliente tem a oportunidade de continuar a utilizar sua infraestrutura analógica e usufruir das funções agregadas a tecnologia VoIP.

“No contexto de uma empresa de pequeno porte, a implementação de um link VoIP gera minimamente a demanda de um ATA, equipamento capaz de converter o sinal SIP para a estrutura analógica já existente”, evidencia Lucas Melo, desenvolvedor de Produtos da Khomp.

Dessa forma, esse conversor analógico-digital permite modernizar uma infraestrutura de telefonia sem um investimento inicial com alto custo.

 

Por que me preocupar com isso?

Segundo dados do portal Terra, a adesão de tais serviços de voz pela internet pode representar uma economia de até 70% no custo das ligações.

“O pequeno empresário pode contratar um link VoIP por uma operadora de telefonia, e com a utilização do ATA, manter a estrutura analógica da empresa, tendo um investimento baixo que proporcionará um retorno rápido ao cliente”, explana Melo.

Outra alternativa interessante é aproveitar o ATA para usufruir das funcionalidades de um PBX IP. “Nesse caso, a topologia é a seguinte: o sinal SIP sai da operadora, passa pelo PBX IP, que por sua vez conversa com o conversor digital que traduz em sinal analógico para dentro de casa”, explica.

 

Gateways e ATAs

Diferente dos ATAs, que visam apenas a conversão de sinal VoIP para analógico (FXS), os gateways interligam vários cenários de tecnologias. Esses equipamentos são projetados para substituir em único aparelho vários dispositivos de sinalização e conectividade.

Isso significa que, a partir das portas de um gateway, é possível captar o sinal SIP e distribuí-lo como analógico na estrutura interna, via FXS; ou digital, via E1. Sem mencionar a capacidade de conversão em sinal GSM, para chamadas celular com o menor custo possível.

A escolha de uma dessas tecnologias irá depender das necessidades de negócio do cliente e não de seu tamanho. Isso quer dizer que é preciso considerar quais tipos de interfaces a empresa necessita no momento para modernizar a telefonia.

“A questão a ser levada em conta na escolha é o custo benefício e propósito da organização. Por exemplo, dependendo do link da operadora, o gateway permite que se consiga encaminhar a ligação para quantos sinais queira. Portanto, ele tem um alcance e abrangência maiores”, explica.

 

Quer saber mais?

Assine a newsletter da Khomp para continuar a receber os próximos artigos que vão explicar com maior profundidade quais equipamentos você pode ter na sua empresa para dar os primeiros passos na modernização da telefonia.

 

Facebook Twitter Google + Linkedin