Por Ícaro Guimarães

12/05/2021

Case IoT no Aviário | Como o controle de temperatura evitou a perda de 50 mil frangos?

Blog Khomp - Case Aviário IoT

O mercado brasileiro de avicultura é um dos mais promissores do mundo. Para se ter uma ideia clara, os principais exportadores do país vendem juntos quase 13 milhões de toneladas por ano. E estima-se que esse número só aumentará.

Como cenário desse segmento, temos os extensos galpões da indústria avícola para engorda de frango, com capacidade média de monitorar o crescimento de até 50 mil aves por remessa.

O estudo de caso que iremos explorar analisa como a empresa Afonseca, em conjunto com a TagoIo e Khomp, desenvolveu um projeto de monitoramento inteligente para um galpão de avicultura industrial usando sensores IoT para automatizar seus processos e impedir prejuízos com falhas humanas no controle da temperatura.

 

 

O Desafio

A criação de frangos para produção de alimentos de qualidade se sustenta nos pilares da genética, nutrição, cuidados sanitários, manejo das aves e temperatura. A temperatura é uma informação crítica, pois desde o primeiro dia o pintinho precisa ficar aquecido e a cada semana a janela de temperatura muda.

Em resumo, quando o pintinho está nas primeiras semanas ele precisa de uma temperatura maior e o frango já adulto precisa de uma temperatura menor.

No galpão em questão, a medição era feita por termômetro tradicional. E, para ajudar a ter um pouco mais de controle, entrava em cena uma pessoa chave: o “ronda”. O “ronda” geralmente é o profissional que fica responsável por esses aviários fora do expediente comercial, Essa pessoa passa a noite inteira transitando de galpão em galpão verificando de forma manual as condições do ambiente.

Aviário - Post Blog


A temperatura é o maior desafio desse tipo de negócio porque:

  1. O frango desde o nascimento precisa estar aquecido para crescer de forma saudável
  2. O ciclo de engorda completo são 42 dias. Nesse período, o frango fica 24h tomando água e comendo ração em um ambiente artificial, que precisa estar em condições favoráveis e precisas (temperatura, energia e umidade)
  3. Caso falte energia no galpão, o sistema de ventilação pode parar e, dependendo da remessa de frangos, em 30 minutos todo o lote pode ser perdido
  4. Outras falhas de energia podem acarretar o aumento muito rápido da temperatura, o que mata o frango asfixiado devido a concentração elevada de CO² e CO
  5. Por mais que seja pautado de boas intenções e boas práticas, o monitoramento humano ainda é propenso a muitas falhas

 

A Solução

A Afonseca instalou no galpão um sistema completo de IoT, com o ITS 3G da Khomp combinado com o servidor TagoIO. O ITS 3G é um dispositivo standalone que coleta dados de temperatura, umidade , energia e funcionamento do sistema de ventilação numa janela pré-configurada (de 15 em 15 min, por exemplo). Já o servidor TagoIO processa esses dados e cria alertas e alarmes de acordo com o cenário.

Nos galpões, a solução integrada conseguiu monitorar de forma inteligente a faixa ideal da temperatura por semana. O sistema criou parâmetros diferentes de acordo com o crescimento da ave: na primeira semana a temperatura é “x”, na segunda é “y”, na terceira é “z”. Caso algo fugisse do esperado, alertas eram acionados imediatamente no aplicativo da TagoIo e, em seguida, eram encaminhados ao cliente via e-mail, SMS ou Telegram.

Além disso, também foi usado um script para fazer análises mais precisas de cada situação. Quando acaba a energia elétrica, por exemplo, o sistema passa a gerar um alarme a cada 5 minutos de forma contínua, notificando sobre a necessidade imediata de tomar uma ação. São reações diferentes pensadas para diferentes níveis de urgência.

 

Tablet - Post Blog

 

Os Resultados

Frases como “eu acho que esse galpão não está muito bom, porque talvez ele seja muito quente” eram muito comuns antes da implementação do sistema IoT. Mas o que era no feeling, agora é embasado em dados. Enxergar essas informações detalhadas foi primordial para identificar problemas, encontrar soluções e aumentar a produção de frangos.

Além disso, o histórico conquistado após um ano de monitoramento contínuo possibilitou encontrar padrões que estavam interferindo na qualidade do produto final. O que auxiliou o avicultor a tomar decisões assertivas de investimento.

Resultados importantes para o segmento de avicultura:

  • Com os sensores, a empresa não ficou mais exclusivamente dependente do “ronda”, profissional que fazia o monitoramento no período noturno
  • O controle de temperatura, umidade,energia e funcionamento dos ventiladores de múltiplos galpões agora é em tempo real
  • Reduziu-se os riscos para esse tipo de produção, em que qualquer detalhe impacta na qualidade e rentabilidade da remessa
  • Aumentou, e muito, a sensação de segurança ao saber que notificações são enviadas caso ocorra alguma falha no sistema de refrigeração e aquecimento
  • A facilidade também foi outro ganho, ao poder acompanhar as informações na palma da mão, via aplicativo, em qualquer lugar do mundo

 


Leia mais sobre o ITS 3G e outras soluções da Khomp clicando aqui ou conversando com os nossos especialistas pelo email: comercial@khomp.com.

Leia mais sobre o ecossistema completo para soluções IoT TagoIO aqui ou enviando um e-mail para contact@tago.io.

Facebook Twitter Linkedin

De acordo com nossa política de privacidade, nós utilizamos cookies para garantir que você sempre tenha a melhor experiência ao visitar nosso website. Saiba mais